Siga no Twitter!!


 


 

Nova pesquisa descobriu que maiores níveis do nutriente no sangue estão associados a menos problemas na hora de dormir

 

O ômega-3, nutriente encontrado em alimentos como peixes, linhaça, castanha e azeite, já foi associado aos mais variados benefícios à saúde – entre eles, proteger o coração, melhorar a memória e retardar o envelhecimento das células. Agora, pesquisadores britânicos sugerem, pela primeira vez, que a substância pode garantir uma boa qualidade do sono em crianças de até nove anos.

 

altEm um novo estudo, especialistas da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, chegaram à conclusão de que 600 miligramas diárias de ômega-3 são suficientes para ajudar no sono infantil. Essa quantidade equivale, por exemplo, a cerca de 50 gramas de sardinha ou 70 gramas de salmão.

 

Participaram da pesquisa 362 crianças de sete a nove anos. Durante dois meses, parte delas tomou um suplemento de 600 miligramas de ômega-3 diariamente e o restante, pílulas de placebo. No início do estudo, os pais responderam a um questionário sobre a qualidade do sono de seus filhos, dizendo se eles costumavam demorar para dormir ou acordar no meio da noite, por exemplo. Depois, os pesquisadores colocaram sensores que medem a qualidade do sono em 43 crianças que apresentavam esse tipo de problema. No final do levantamento, os níveis de ômega-3 na corrente sanguínea foram medidos em todos os participantes.

 

Nutriente benéfico

 

Os resultados comprovaram que maiores níveis de ômega-3 no sangue estão associados a uma melhor qualidade do sono. Segundo a pesquisa, as crianças que receberam os suplementos do nutriente passaram a dormir cerca de uma hora a mais do que as que ingeriram placebo. Elas também acordavam menos no meio da noite e levavam menos tempo para dormir.

 

Ainda de acordo com o estudo, as crianças com menores níveis de ômega-3 no sangue, além de serem as que apresentavam mais distúrbios relacionados ao sono, também foram aquelas que tiveram mais problemas de aprendizagem relatados por seus pais. “Recentes estudos apontam como o ômega-3 está relacionado ao desempenho escolar e ao comportamento. Assim, sugerimos que isso está atrelado a problemas ligados ao sono”, diz Alex Richardson, um dos autores do estudo.

 

A pesquisa, divulgada nesta quinta-feira pela universidade, será publicada na próxima edição do periódico Journal of Sleep Research.

 


 

Os prejuízos de dormir pouco

 

1. Diminui a capacidade de o corpo queimar calorias

 

altDe acordo com uma pesquisa apresentada no encontro anual da Sociedade para Estudo de Comportamento Digestivo (SSIB, sigla em inglês), em julho de 2012, na Suíça, a restrição do sono faz com que um indivíduo consuma mais calorias e, além disso, reduz a capacidade do corpo de queimá-las. Isso ocorre porque dormir pouco aumenta os níveis de grelina, o ‘hormônio da fome’, conhecido assim por induzir a vontade de comer, na corrente sanguínea. Além disso, o hábito promove um maior cansaço, reduzindo a prática de atividades físicas e aumentando o tempo de sedentarismo.

 

2. Eleva o risco de câncer de mama agressivo

 

Um estudo publicado em agosto de 2012 no periódico Breast Cancer Research and Treatment sugeriu que dormir menos do que seis horas por dia eleva o risco de mulheres na pós-menopausa terem um tipo agressivo de câncer de mama e uma maior probabilidade de recorrência da doença.

 

3. Aumenta as chances de um derrame cerebral

 

Dormir menos do que seis horas por dia aumenta o risco de um acidente vacular cerebral (AVC) mesmo em pessoas com peso normal e sem histórico de doenças cardiovasculares, segundo um estudo apresentado em junho de 2012 no encontro anual das Sociedades de Sono Associadas (APSS, na sigla em inglês), na cidade americana de Boston.

 

4. Aumenta o apetite por comidas gordurosas

 

Dormir pouco ativa de maneira diferente os centros de recompensa do cérebro com a exposição a alimentos gordurosos em comparação com dormir adequadamente. Isso faz com que esses alimentos pareçam mais salientes e que a pessoa se sinta mais recompensada ao comer esse tipo de alimento. Essas descobertas foram apresentadas em junho deste ano no encontro anual das Sociedades de Sono Associadas (APSS, na sigla em inglês), na cidade americana de Boston. Além disso, uma pesquisa publicada em janeiro deste ano indicou que noites de sono mal dormidas ativam com mais intensidade uma área do cérebro responsável pela sensação de apetite.

 

5. Pode desencadear sintomas do TADH

 

altSegundo um estudo apresentado em junho de 2011 durante encontro das sociedades médicas para o sono, nos Estados Unidos, menos horas de sono podem desencadear problemas com hiperatividade e desatenção durante o começo da infância. Esses são sintomas comuns do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

6. Eleva o risco de impotência sexual

 

A 25ª Reunião Anual da FeSBE (Federação de Sociedades de Biologia Experimental), em agosto de 2010, trouxe uma pesquisa que relacionou a falta de sono e o problema sexual. De acordo com o trabalho, feito na Unifesp, além do maior risco de impotência, homens que dormem pouco têm maiores chances de desenvolver problemas cardiovasculares e de engordar.

 

7. Pode levar à obesidade

 

Um estudo apresentado em outubro de 2011 no Encontro Anual do American College of Chest Physicians, mostrou que jovens que dormem menos de sete horas por dia têm índice de massa corporal (IMC) maior, e que isso pode estar relacionado diretamente com os hormônios grelina e leptina, que regulam as sensações de fome e saciedade.

 


Fonte: Veja.com/Saúde



Compartilhe de outras formas disponíveis.

Twitter - Precisão Farmácia de Manipulação Facebook - Precisão Farmácia de Manipulação LinkedIn - Precisão Farmácia de Manipulação Orkut - Precisão Farmácia de Manipulação Kekanto - Precisão Farmácia de Manipulação Curitiba Flickr - Precisão Farmácia de Manipulação YouTube - Precisão Farmácia de Manipulacão Four Square - Precisão Farmácia de Manipulação. RSS Feed - Precisão Farmácia de Manipulação.



© Precisão Farmácia de Manipulação. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento de sites Curitiba | Criação de sites Curitiba | Construção de sites Curitiba | Web Design em Curitiba | Montagem de sites em Curitiba